Descoberto autorretrato de Cellini Avaliado Oficialmente em 107 Milhões de Euros

O Tamoikin Art Fund está a preparar uma apresentação internacional do único quadro conhecido de Benvenuto Cellini

Em 2005 o mundo da arte fervilhou com as notícias de uma monumental descoberta. O único quadro conhecido de Benvenuto Cellini, um homem da Renascença Italiana do século 16, equiparado a Leonardo da Vinci, foi encontrado numa coleção particular.

Desde então, o proprietário iniciou uma tarefa colossal para garantir, investigar e avaliar a obra de arte. Um processo que levou vários anos e mais de 200 mil euros do seu dinheiro. Envolveu muitos especialistas e organizações, tais como o Tamoikin Art Fund (TAF) que foi agora nomeado com guardião do autorretrato de Cellini.

Após ter concluído uma minuciosa investigação, o fundo conseguiu determinar o valor desta histórica e rara obra de arte. O autorretrato de Cellini vale 107 milhões de euros. Agora o TAF está a preparar uma campanha internacional para apresentar esta peça património mundial.

Quem foi Cellini? Para entender este grande homem, temos de analisar a sua vida e obra. Benvenuto Cellini (1500-1571) nasceu em Florença, Itália. Ao longo da sua vida tornou-se um famoso e bem pago escritor, pintor, escultor, músico, ourives, inventor e soldado. As suas magníficas esculturas de bronze decoram importantes ruas de Itália.

– A Rolex tem uma linha de relógios com o nome de Cellini.

Ian Fleming referiu muitas vezes Cellini nos seus livros de James Bond.

– Salvador Dali foi também muito influenciado pela vida de Cellini.

Benvenuto Cellini foi, sem dúvida, um erudito com capacidades extraordinárias e um grande visionário que mudou o rumo da história. A descoberta e apresentação do único quadro conhecido de Cellini é um acontecimento cultural internacional.

O que se sabe do retrato? Trata-se de uma peça de tamanho médio (61 x 48 cm), pintada no século 16, a óleo sobre um papel único de seda-lã que está colado numa tela. É a mais precisa representação de Cellini até agora.

O quadro é propriedade de um colecionador de arte, particular. Apesar das centenas de anos, este quadro sobreviveu num estado excecionalmente bom e possivelmente sem qualquer restauro. Pelo contrário, o quadro «Salvatore Mundi» de Leonardo da Vinci, recentemente vendido por 450 milhões de dólares, recebeu um «extenso restauro» depois de ter sido «agressivamente limpo e repintado». Descobrir uma obra de arte com tal significado e em boas condições é extremamente raro.

O Tamoikin Art Fund conhecido pelas vendas recorde de arte está a empregar recursos significativos para apresentar ao mundo esta peça culturalmente importante.

Para mais informação, consulte:

http://www.tamoikin.com/cellini [http://www.tamoikin.com/cellini]

Tamoikin Art Fund
782-234-7775
office@tamoikin.com

GENEBRA, July 12, 2018 /PRNewswire/ —

Descoberto autorretrato de Cellini Avaliado Oficialmente em 107 Milhões de Euros